(62) 3281 9229

ESMEG

Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás

Desembargador Romeu Pires de Campos Barros

← Voltar

Projeto Roda de Conversa, apoiado pela ESMEG, vence Prêmio “Conciliar é Legal”

Com o projeto Roda de Conversa sobre temas ligados às Famílias, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) venceu a 9ª edição do Prêmio “Conciliar é Legal”, na categoria Tribunal Estadual. Por iniciativa da ATFAGO, responsável pela coordenação do projeto e realização de cada encontro, a Roda de Conversa foi realizada mensalmente na sede da Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás (ESMEG), com participação de magistrados, promotores, delegados, advogados, conciliadores, psicólogos, terapeutas e psiquiatras, vinculados à Associação de Terapia Familiar de Goiás (Atfago) e da Associação Brasileira de Terapia Familiar (Abratef). A premiação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reconhece nacionalmente boas práticas de solução de conflitos que aprimorem o Poder Judiciário no sentido da chamada autocomposição. A cerimônia de entrega dos prêmios será realizada no dia 6 de fevereiro de 2018, após o término da primeira Sessão Plenária do CNJ.

Na Roda de Conversa foram debatidos temas como guarda compartilhada, alienação parental, divórcio, violência contra a mulher, adoção e prevenção ao suicídio. A Roda de Conversa busca propiciar o diálogo sobre problemas cotidianos das famílias. Segundo a presidente da Atfago, Silvana Silvestre, o prêmio Conciliar é Legal estimula a prosseguir com o trabalho. “Para nós é muito gratificante e muito nos honra o reconhecimento de um trabalho voluntário. Destaco que todos os participantes, bem como parceiros como a ESMEG e o TJGO, realizam voluntariamente este projeto. Penso que termos práticas colaborativas que abordem esses temas cheios de conflitos, violência e desafios nas famílias só aumentam a possibilidade de transformarmos os debates em diálogos transformadores”, ressalta ela que é psicóloga, terapeuta familiar e possui o título de mestre.

Para o próximo ano, serão analisados temas para aprofundar nas discussões e no envolvimento da comunidade. “A Roda de Conversa é um espaço muito interessante por auxiliar as pessoas a aprenderem a colocar o diálogo no lugar do conflito. Abre a possibilidade de solução através de conhecimento sobre o problema”, explica Ângela Baiocchi, psicóloga clínica e terapeuta familiar, fundadora e vice-presidente da Atfago.

Segundo a juíza auxiliar da Corregedoria do TJGO, Sirlei Martins da Costa, apoiadora do projeto, a iniciativa surgiu após quatro anos de realização da Oficina de Parentalidade em Goiânia, sob sua coordenação no 2. Centro Judiciário de Solução de Conflitos, em parceria com a Atfago. “Nós percebemos, na oficina, que surgiram vários temas de Direito de Família interessantes de serem debatidos com a comunidade em geral”, comenta a magistrada ao destacar que ao realizar a oficina, o TJGO cumpre meta do CNJ.

A juíza Aline Vieira Tomás, também apoiadora da Roda de Conversa e coordenadora da Comunicação da ESMEG, esclarece que a Escola atuou como parceira do projeto, sendo apoiadora e concedendo espaço físico para a realização das rodas de conversa, além de fornecer suporte para divulgação e atuar na escolha de palestrantes. De acordo com a magistrada, a coroação da iniciativa, com o prêmio, comprova aproximação entre Justiça e cidadão. “O prêmio é a demonstração de que quanto mais o Judiciário está em sintonia com as demandas e com a vida cotidiana do cidadão, especificamente do Direito de Família, mais eficácia se tem na solução real dos conflitos”, afirma.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da ESMEG | Mediato Multiagência

© ESMEG | Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás | 2018