(62) 3281 9229

ESMEG

Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás

Desembargador Romeu Pires de Campos Barros

← Voltar

Roda de Conversa debate dependência química

A Roda de Conversa promovida na noite de ontem (18) pela Escola Superior de Magistratura do Estado de Goiás (Esmeg) em sua sede, no Jardim Goiás, reuniu profissionais que discutiram o tema “O Impacto da Dependência Química nas Famílias”. Conduzido pelas psicólogas Silvana Silvestre e Vera Morselli, o evento reuniu também a vice-presidente da Associação de Terapia Familiar de Goiás (Atfago), Ângela Baiocchi, psicólogos, juízes de direito e pessoas que tem em seu seio familiar dependentes químicos.
As rodas de conversa realizadas na Esmeg buscam aproximar profissionais de diversas áreas à realidade de temas rotineiros da sociedade; neste caso específico, o foco foi a família e suas aflições, de forma que possa ser auxiliada, com o apoio da legislação e demais ramos profissionais, a solucionar os problemas que enfrenta.
A roda de conversa tem um formato planejado para que todos os presentes interajam, participem e tenham sua voz ouvida e suas experiências consideradas para ajudar a construir um conhecimento coletivo. “É essa troca de saberes e vivências que nos permite aprimorar as ações de fortalecimento da terapia de família”, diz Silvana.
“Escutamos, damos voz e procuramos, nesses encontros, identificar que famílias estão sendo construídas hoje no Brasil”, explica Vera. Porque, em sua opinião, sem conhecer a estrutura familiar, não se pode ajudar o indivíduo que padece de algum mal e nem mesmo a própria família.

 

As rodas de conversa da Esmeg são abertas ao público e tem programados para a próxima edição, assuntos pertinentes ao núcleo familiar como alienação parental, conflito de casais, adoção, guarda compartilhada, luto em família e outros, cujas nuances serão discutidas com pessoas que vivenciam essas situações.

 

Fotos: Luciana Lombardi

© ESMEG | Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás | 2017